Sem dúvida umas das maiores revelações do Palmeiras e do futebol brasileiro nos últimos tempos. Sua trajetória meteórica o levou de torcedor que pintava ruas na periferia de São Paulo durante a Copa do Mundo de 2014 a titular da seleção de Tite no Mundial da Rússia, disputado quatro anos depois. Nesse meio tempo Gabriel, sempre orientado de perto por sua mãe, oferece aos apaixonados por futebol o par de chuteiras “Alô Mãe!”, com o qual brilhou no Manchester City, da Inglaterra, comandado pela lenda Pepe Guardiola.